BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Rygar - PS2



A favor

- Gráficos bem feitos, e cenários bem trabalhados.
- Jogabilidade muito boa, que lembra bastante God Of War
- Enredos simples e cativante

Contra

- Jogo muito curto.
- Cenários bem repetitivos.
- Dificuldade um pouco baixa para jogos do gênero.
- Som deveria ser mais trabalho.



Análise

De repente por não ter tido uma boa campanha de divulgação, ou até mesmo por falta de conhecimento de boa parte dos jogadores, Rygar passou em branco, mesmo sendo um jogo incrível, e muito divertido.


Se o jogo fosse lançado por volta de 2004 ou 2005, eu diria que era uma cópia barata de God Of War, mas não, gera até uma certa dúvida se o queridinho do PS2 não foi um certo plágio de Rygar. Claro que isso não existiu, mas quem jogou os dois títulos, sabe do que estou falando, da enorme semelhança entre eles. Rygar não tem nem a metade da violência de GOF, até porque é um jogo voltado para uma faixa etária menor, entre 12 a 18 anos.



A historia de Rygar é simples, o jovem guerreiro precisa libertar a bela princesa das garras do mal, enredo simples e preciso para que comece a ação. O jogo possui uma jogabilidade incrível, com movimentos leves e precisos. Durante toda a aventura, você conquista o poder te 3 escudos diferentes, cada um com seus poderes respectivos que aumentam o nível no decorrer da aventura.


O som às vezes é pouco variado, os golpes possuem sempre o mesmo barulho, mas nada que comprometa muito. Os gráficos são excelentes, utilizando muito bem o potencial do antigo queridinho da Sony, lembrando que o jogo foi lançado por volta de 2003. Apesar de serem belos, os cenários são um pouco repetitivos, e em certos momentos, parece que estamos sempre no mesmo lugar.



Os inimigos são típicos de um jogo de aventura medieval, pena que são bastante fáceis, mas os chefes se destacam, desde estátuas vivas, até enormes criaturas marítimas.
Se você é fã do gênero, ou ama de paixão God Of War e está louco para jogar o próximo titulo da série, aconselho a procurar Rygar, pois apesar de curto, a diversão é garantida.




CPU Core 2 Duo 2GB Vista Basic + LCD 17" Wide por R$ 2.199,00 em 12x de R$ 183,25 sem juros

2 comentários:

Marcelo disse...

Conheço Rygar do arcade la pela epoca dos anos 80 muito bom o jogo tambem na época so que era bem estenso como os jogos antigamente tinha 27 fases e uma boa dificulda... escelente game...

Gilberto disse...

Rygar: The Legendary Adventure é um game incrível, talvez incrível demais para a sua epoca de lançamento, em novembro de 2002, com a base instalada de PS2 ainda em expansão. Mas Rygar sem dúvidas jogou uma brisa nos olhos dos desenvolvedores de GoW.
Tudo no gameplay é muito semelhante: movimentação, golpes, comportamento de cameras, contagem de combos, até a disposição dos elementos no hud é quase a mesma, tendo ainda a temática grega como ambiente. Enfim, ficam a história, a faixa etária do público pretendido e o investimento de uma empresa como a Sony como os fatores diferenciais entre os dois.
Portando afirmar "Claro que isso não existiu..." com relação a Sony ter plagiado Rygar ao fazer GoW é algo que deve ser dito com MUUUUITO cuidado. Resta saber se Rygar saiu realmente em uma época errada ou se o sangue, violência e um certo apelo sexual são os temperos mágicos do sucesso.